estação de tratamento de água acquamáxima

Tratamento de água da caldeira remove dureza e sólidos totais

Processo dá qualidade ideal para a água produzir vapor

 

Para o bom funcionamento, a caldeira precisa ter uma água de qualidade adequada. Para alcançar o resultado esperado, será necessário fazer um tratamento de água da caldeira.

Uma água perfeita para alimentar o sistema de geração de vapor das caldeiras é a que não apresenta substâncias incrustantes, não corrói e não culmina no arraste de partículas de água com o vapor e nem em espumas que também podem ser arrastadas com o vapor.

Muitos acham que algumas águas que parecem limpas podem ser usadas, mas não lembram que elementos presentes nela podem ser prejudiciais. Por exemplo:

 

  • Água da chuva

    É uma água destilada, mas possui gases dissolvidos por conta da evaporação, já que nossa atmosfera está cheia deles;

  • Água potável

    Possui diferentes sais minerais;

  • Água de rio

    Mesmo translúcida, está repleta de matéria orgânica, sais de diferentes tipos de metais e alguns gases.

 

Por ser quase impossível encontrar uma água com as características ideais, o tratamento de água da caldeira artificial é recomendado. Somente ele poderá eliminar a dureza e sólidos totais, embora muitos representantes do setor industrial ainda não tenham essa consciência e não conheçam os problemas que podem surgir com o uso da água sem tratamento.

Para começar, é preciso um tratamento preliminar. Ele retira alguns elementos mais grosseiros, incluindo material orgânico, turbidez e sólidos em suspensão. Essas práticas facilitam o tratamento químico interno, que poderá vir na sequência, se necessário.

Outros tipos de tratamento de água da caldeira são altamente recomendados:

 

Destilação: consiste em vaporizar a água e condensá-la para obter a purificação; mas, por ser caro, é empregado em locais com alta disponibilidade de energia. E também em instalações marítimas, que aproveitam a água do mar;

 

Clarificação/filtração: ocorre por um processo de coagulação ou floculação das impurezas, pela adição de produtos químicos específicos que aglutinam as impurezas presentes; com a água clarificada, começa a filtração por gravidade ou pressão complementares; porém, ela ainda vai precisar de outros processos complementares;

 

Troca iônica: remove os íons dissolvidos na água e faz uso das resinas de troca iônica (normalmente, são pequenas esferas porosas de material plástico) que retêm os íons de interesse;

 

Osmose reversa: é usado em uma água previamente filtrada. Depende de um dispositivo chamado permeador, que retém os sais da água em membranas seletivas e permite o tratamento de água da caldeira.

 

Escolha seu tratamento com a ajuda de especialista. Entre em contato com a Acquamáxima e tire todas suas dúvidas.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *